domingo, 29 de maio de 2011

Para refletir...

Era uma vez uma ilha, onde moravam alguns sentimentos: a alegria, a tristeza, a vaidade, a sabedoria, o amor e outros.
Um dia avisaram para os moradores desta ilha que ela ia ser inundada. Apavorado, o amor cuidou para que todos os sentimentos se salvassem; ele então falou:

— Fujam todos, a ilha vai ser inundada.

Todos correram e pegaram seu barquinho, para irem a um morro bem alto. Só o amor não se apressou, pois queria ficar um pouco mais na ilha.
Quando já estava se afogando, correu para pedir ajuda.
Estava passando a riqueza e ele disse:

— Riqueza, leve-me com você.

Ela respondeu:

— Não posso, meu barco está cheio de ouro e prata e você não vai caber.

Passou então a vaidade e ele pediu:

— Oh! Vaidade, leve-me com você.

— Não posso você vai sujar o meu barco.

Logo atrás vinha a tristeza.

— Tristeza, posso ir com você?

— Ah! Amor, estou tão triste que prefiro ir sozinha.

Passou a alegria, mas estava tão alegre que nem ouviu o amor chamar por ela. Já desesperado, achando que ia ficar só, o amor começou a chorar.
Então passou um barquinho, onde estava um velhinho.

— Sobe, amor que eu te levo.

O amor ficou tão radiante de felicidade que esqueceu de perguntar o nome do velhinho.
Chegando no morro alto onde estavam os sentimentos, ele perguntou à sabedoria:

— Sabedoria, quem era o velhinho que me trouxe aqui?

Ela respondeu:

— O tempo.

— O tempo? Mas, por que só o tempo me trouxe aqui?

— Porque só o tempo é capaz de ajudar e entender um grande amor

(autor desconhecido)




Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails